Depois do Raio-X e do Ultrassom, a Tomografia Computadorizada é a solução?

Dra. Luana durante sua apresentação

O ciclo de palestras do Visiovet recebeu, no dia 25 de fevereiro, na sede da clínica, a médica-veterinária Dra. Luana Rocha, especializada em Tomografia Computadorizada e Medicina Nuclear, para uma conversa sobre os benefícios e limites dos diversos tipos de diagnósticos por imagens em animais.

A palestrante respondeu à pergunta tema do encontro ao apresentar a evolução dos diagnósticos por imagem em Minas Gerais e mostrar os benefícios da Tomografia Computadorizada (TC) em relação ao Raio-X e Ultrassom, disponível no Estado desde 2012.

A TC possui maior sensibilidade se comparada com exames tradicionais, embora não seja a primeira opção para o diagnóstico. Ela complementa, quando necessário, o resultado da radiografia e da ultrassonografia do animal. “A tomografia computadorizada é uma imagem feita em cortes transversais que, posteriormente permite fazer reconstruções. Com essas imagens  o profissional tem muito mais informações sobre a situação do animal, pode dar prognósticos mais fidedignos e planejar o melhor tratamento.”, explicou a veterinária.

“A tomografia computadorizada é muito utilizada como método de estadiamento de tumores, já que avalia extensão, linfonodos adjacentes, metástase e vascularização da lesão. Com todas essas informações o veterinário pode instituir o tratamento mais adequado e definir um prognóstico.”
Dra. Luana Rocha, médica-veterinária especializada em Tomografia Computadorizada e Medicina Nuclear

Na TC não há sobreposição de órgãos, por isso ela fornece ao veterinário informações precisas para o plano cirúrgico, sendo ideal também para análise de estruturas pequenas e alterações oncológicas, neurológicas e de coluna. Porém, por exigir que o animal seja anestesiado, ela deve ser precedida por diversas avaliações que dirão se o cachorro ou o gato tem condições de realizar o procedimento.

Para ilustrar as limitações do Raio-X e as indicações da Tomografia Computadorizada, Luana Rocha mostrou diversos exames reais de animais, demonstrando a capacidade da TC de identificar e complementar diagnósticos de diversas doenças. Um exemplo foi o de uma cadela filhote que apresentava uma massa na região dos olhos. “O veterinário pediu uma TC antes de indicar cirurgia e identificou que a massa era grande e que também havia um linfonodo reativo, diagnóstico e prognóstico muito complicado sem o auxílio da TC.

O Visiovet é referência em exames de imagem em Minas Gerais e é a única a utilizar a tomografia computadorizada helicoidal (que gera imagens contínuas e volumétricas) no estado.

A Dra. Luana Rocha é médica-veterinária pós-graduada em Tomografia Computadorizada e Medicina Nuclear. Ela é parceira da Visiovet e atua no Instituto de Radiologia Veterinária (IRV) em Natal (RN)

Veja abaixo algumas fotos do evento. Clique nas imagens para ampliar.

Gostou do tema? Quer participar dos próximos? Veja abaixo a programação do ciclo de palestras do Visiovet

Data Tema Palestrante
14/04 Situações Neurológicas que a Tomografia pode ajudar Dr. Bernardo de Caro Martins
23/06 Anestesia Geral na Tomografia Computadorizada Dra. Flávia Guimarães
25/08 Oncologia x Tomografia A definir
27/10 Ortopedia x Tomografia A definir